terça-feira, 19 de agosto de 2014

Trânsito, no Rio?

Chegar em casa antes das oito da noite, depois de ter trabalhado no Centro da cidade e ido ao dentista na zona oeste, ou seja, depois de atravessar esta cidade, que é um canteiro de obras de norte a sul, e de leste a oeste, é motivo para comemoração!! 
Acho até que eu vou pra rua, fazer isso... :)))

terça-feira, 12 de agosto de 2014

O dia em que ela nasceu...

Hoje ela completaria 78 anos (ou 76, pela Certidão), e era tão jovem, quando se foi, há quase dois anos... Parecia uma menina, na alegria de viver e com o motorzinho que tinha nas pernas. Ela me amava incondicional e incontestavelmente. E eu me pego sentindo a sua falta, vendo-a em rostos e corpos, com que cruzo nas ruas, lembrando de suas falas e risos em situações cotidianas e em momentos especiais...

Ela se foi depois de vencer cada uma das lutas que travou, em sua batalha contra um câncer que desafiou suas forças... até que, sem desistir, não resistiu.

E ao final de sua vida, como S. Paulo, ele pôde dizer: "Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia..."

Saudades eternas, Tia V. ... Minha tiazinha querida, minha segunda mãe.
RIP

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

E Robin Williams se foi...

‘Oh Captain, my Captain!’
Sinto uma dor estranha, uma espécie de tristeza por tudo isso...
A mensagem de sua primeira aula foi a inesquecível “Tornem suas vidas extraordinárias”, e o "Carpe Diem" era o recado diário, daquele professor de Literatura que, para além da ficção, nos contagiou para nunca mais ser esquecido...
“Vejam os rostos do passado, a semelhança com os jovens alunos atuais, o mesmo corte de cabelo, os mesmos sonhos, invencíveis como vocês! Tudo é maravilhoso. Acham que foram destinados a fazer coisas grandiosas, como muitos de vocês. Os olhos deles estão cheios de esperança, como vocês. Eles esperam ser tarde demais para fazer uma parte do que são capazes? Porque, rapazes, esses jovens atualmente estão mortos”
Carpe Diem! Tornem suas vidas extraordinárias!
RIP Robin Williams

"Todos temos uma grande necessidade de aceitação. Mas você deve acreditar que suas crenças são únicas, são suas, mesmo que os outros as achem estranhas, raras. Apesar do gado dizer: '- Isso é muuuuuuuuito ruim!'
Robert Frost disse: '- Duas estradas divergiam numa floresta e eu peguei a menos andada.' Isso fez uma grande diferença.
Quero que encontrem seu próprio jeito de andar. Agora. Seu próprio jeito de caminhar, andar. Em qualquer direção. O que você quiser. Cavalheiros, o pátio é de vocês. Não precisam interpretar. Façam para si mesmos."
"- Sr. Dalton? Vamos acompanhar?"
"- Estou exercitando o direito de não caminhar." - respondeu o Sr. Dalton.
"- Obrigado Sr. Dalton. Você acaba de ilustrar a idéia. Nadando contra a corrente."

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Que bagunça! É pau, é pedra, mas nem de longe é o fim do caminho!

Blog largado desde o meio da Copa (a melhor Copa de todos os tempos, marcada, ironicamente, por um tal de 7x1); vida pessoal dando cambalhotas, e a cada virada uma sonora risada - porque me recuso a chorar mesmo quando não existe outra opção. 

Quando tudo parece dar certo, nem sempre é isso; quando tudo falha, é hora de exercitar aquela parada da fé. 🎶🎶 "Fé na vida, fé, fé homem, fé no que virá. Nós podemos tudo, nós podemos mais. Vamos lá fazer o que será."🎶🎶
Fé em Deus, acima de tudo, porque o grande lance é este: "Viva a sua fé. E quando tudo falhar, ela o fará viver!".
Quinta-feira à noite. Dia de festa. Porque em menos de um minuto, quando tudo parecia perdido, a alegria veio de onde menos se esperava. Essa é a magia da vida. Acredite!


quinta-feira, 17 de julho de 2014

#VoltaPodolski

A dura realidade do Pós-Copa.
Acabou o milho, acabou a pipoca.
Flamengo muito bem, obrigada, no Campeonato Brasileiro; basta virar a tabela de cabeça pra baixo.
Acho que vou continuar falando sobre a Copa... porque nem mesmo aquele 7x1 foi capaz de nos deixar  na 20ª posição.
Valha-me!!

terça-feira, 8 de julho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 16)

É muita gente falando a mesma coisa e não há como negar: esta é a Copa mais emocionante da história de todas as Copas

Você vai ver, se voltar e pensar nos jogos, que talvez uns três ou quatro tenham sido jogos mornos, sem muita emoção. Os do Japão, por exemplo, que decepcionou um bocado. Mas o que são três ou quatro no meio de 64 jogos??? Nadica de nada. Nadica! Jogos com emoção até o último minuto dos acréscimos, até o último segundo da prorrogação, até o último pênalti batido. Muita emoção. Já chamam, por aí, de "A Copa das Copas", e não são os brasileiros (mas também não devem ser os argentinos, "of course"! rs).

Estamos agora na reta final. Eu achei que poderia registrar aqui, com resenhas diárias de todos os jogos, mas foi uma Copa tão emocionante que eu mal pude parar pra escrever.

Hoje temos a primeira partida das semifinais, e aqui estão quatro das grandes feras do futebol mundial - Brasil, Alemanha, Holanda e Argentina. Brasil e Alemanha se enfrentam hoje e a piada que não pode faltar é que eu estou dividida, porque, para além de pesar, nessa hora, o lance do maridinho alemão, os caras vão jogar com a camisa rubronegra, e eu acho que vou me confundir.

O lado triste é que Neymar e seu sonho de criança foram interrompidos na última partida, contra a Colômbia, por conta de uma joelhada nas costas, que lhe rendeu uma fratura numa das vértebras. Zúñiga, o nome do mocinho, que pra galera virou bandido.

Agora, mais que nunca, é na raça, Brasil. Amarra o amor na chuteira, que a garra da torcida inteira vai junto com você, BRASIL !!


sábado, 5 de julho de 2014

Feliz Sábado!

Sábado. Dia mundial da alegria.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 15)

Quando a Copa vira zueira.

Marcadores:


domingo, 29 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 14)

Nos estádios ainda se canta o velho e já cansado  ♫♪ "Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor..." ♪♫ e, vamos combinar, a emoção não rola como deveria. Eu sei que a música mais gostosa desta Copa é de uma instituição bancária, e a gente não quer ficar fazendo propaganda pra banco a essa altura do campeonato, mas fazer o que, se eles tiveram uma excelente sacada??

Em 1985 (eu não sabia o ano de cabeça mas fui pesquisar) também um banco, o Nacional, lançou u'a música linda que até hoje, no Natal, a gente canta. E ninguém morre por conta disso... Tudo bem que a letra do novo hit é grande, mas o brasileiro já cantou de cor Pra Frente Brasil, o Hino de 1970, decorou e não parou de cantar a maravilhosa Voa, canarinho, voa, de 1982, na voz de Junior, o "Capacete"... 

Enfim, se a gente se libertar das amarras, vai fazer soar nos estádios a gostosa música que foi pra TV como comercial do Banco Itaú mas que entrou na veia, e o resto que se exploda!
"MOSTRA TUA FORÇA, BRASIL!!"
Admita: A música é muito gostosa!! E o que faz valer ainda mais a pena: é do Jairzinho, gente!!!!



MOSTRA TUA FORÇA, BRASIL!

Vamos soltar o grito do peito
Deixar o coração no jeito
Que aí vem mais uma emoção

Vamos torcer e jogar todos juntos
Mostrar novamente pro mundo
Como se faz um campeão

Pois só a gente tem as cinco estrelas na alma verde amarela
E só a gente sabe emocionar cantando o hino "a cappella"
(PÁTRIA AMADA, BRASIL)

Mostra tua força Brasil
E amarra o amor na chuteira
Que a garra da torcida inteira
Vai junto com você Brasil

Mostra tua força Brasil
E faz da nação sua bandeira
Que a paixão da massa inteira
Vai junto com você Brasil

Mostra tua força Brasil
E amarra o amor na chuteira
Que a garra da torcida inteira
Vai junto com você Brasil

sábado, 28 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 13)

Oitavas de final. 
Mineirão.
Brasil x Chile.

Aplausos para o Chile.
A seleção do Chile, talvez a melhor de toda a história do futebol chileno, não apenas jogou bem; defendeu bem, fez bonito, botou pressão pra cima do Brasil e quase arrancou uma vitória no finalizinho da prorrogação. E quase acaba ali o sonho de 200 milhões de brasileiros. Que sufoco!

Amamos o futebol e curtimos a festa da Copa quando ela acontece em qualquer lugar do mundo. Imagina a sensação, vivida por muitos de nós pela primeira vez, de sediar uma Copa do Mundo e "correr o risco" de ser HEXA em casa!!
Um jogo emocionante, que terminou nos pênaltis, numa sequência de cobranças que testou a saúde e o coração de todos os brasileiros. 

Júlio César é meu querido - e continuaria sendo ainda que não tivesse feito um defesaço no segundo tempo e duas defesas espetaculares nos pênaltis - e foi ovacionado pela galera presente no estádio. Sua entrevista após o jogo arrancou lágrimas dos meus olhos e confesso que foi difícil parar de chorar... Meu coração rubronegro ficou orgulhoso!
Uma vitória sofrida, nos pênaltis, e decidida apenas na décima cobrança. 
Devo anotar que Sanchez é um tremendo jogador, mas é bem metidinho e exibido. Foi perfeito o Julio ter barrado o seu gol!




Enfim, o Brasil continua participando da festa e subiu o quarto degrau. Temos outros três, ainda, até que chegue o momento mais esperado, de beijar a taça.

E enquanto isso, em homenagem aos chatos de galocha, que ficavam com aquele papo de "Copa comprada", a imagem que começou a circular:





quinta-feira, 26 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 12)

De lá pra cá, ou seja, da vitória do "Tile" sobre a Espanha, aconteceu muita coisa no mundo do futebol, mais especificamente nesta Copa do Mundo, que está se revelando aquilo que sempre sonhamos: festa de alegria, congraçamento, dias de sol, nublados, e de chuva - agradando a gregos e troianos... um sucesso!

Enquanto isso, nos gramados, temos tido voos espetaculares, como o do Van Persie, mordidas no ombro (Suaréz, do Uruguay), Argentina tomando sufoco do Irã e da Nigéria, e Messi carregando o time inteiro nas costas; Itália voltando pra casa, Inglaterra se despedindo antes das oitavas, Espanha tomando um sacode atrás do outro, e a Costa Rica se classificando, no chamado "grupo da morte". Alta média de gols por partida, festa nos estádios, em um dos estádios uma comidinha estragada na conta da FIFA (ê, FIFA, ê... Cadê o tal "padrão FIFA"??), u'as manifestações aqui, outras ali, e uns delinquentes se fingindo de manifestantes dando um pouco de trabalho aos policiais. E o saldo, até agora, pode-se ver, é altamente positivo!

O trabalho, nos dias em que estou de casa, flui normalmente. Com intervalos intrajornada um pouco maiores, é claro, com cerca de DUAS HORAS CADA, para que eu possa acompanhar devidamente os shows de bola. Justo. Muito justo. Justíssimo. Em outros dias o intervalo é maior, para que eu possa me dirigir à Fan Fest, em Copacabana, porque, afinal, ninguém é de ferro. Nada mais justo, também.

Hoje tem Alemanha e EUA. E eu só tenho a dizer que espero, sinceramente, que Ballack-meu-bem tenha motivos para sorrir, ao final.
P.S. Já combinamos e eles vão usar o manto sagrado. Entrarão em campo com a camisa rubronegra.



quarta-feira, 25 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 11)

Era uma tarde bonita e a festa na rua já anunciava que seria uma noite incrível.
Minha admiração pelo povo chileno era maior que minha fascinação pelos espanhois. E eu já havia decidido que naquela tarde, mesmo que significasse um adeus à Espanha, na Copa do Mundo, eu torceria pelos sul-americanos. Sim, até porque, mundialmente, o futebol europeu é sempre aclamado e tal, enquanto os sul-americanos, tadinhos... os primos pobres, tadinhos...
Pois é. E foi assim. Um sul-americano mandou um europeu de volta pra casa. E isso tem sempre um gostinho especial, já que a gente fica sempre triste quando ouve que o futebol europeu é isso, aquilo, aquilo outro, e vê nossos jogadores indo embora pro continente europeu jogar a bola que nós tanto curtimos...
Não bastasse, não foi qualquer seleção... Foi a Espanha!
"Chi chi chi Le le le Viva Chile!!"


sábado, 21 de junho de 2014

Feliz Sábado!!!


Apesar do frio que você sentiu ontem, na tarde mais geladinha de 2014, o inverno começa, oficialmente, neste sábado, 21 de junho, às 7h51, horário de Brasília.
Tenha um sábado quentinho e feliz. Não confie em meias e cobertores. Faça o bem a alguém, aqueça algum coração, leve alimento a quem precisa. Você vai esquentar o seu dia e terá um sábado feliz!!

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Sem hipocrisia...

Eu gosto, sim, de feriados. Seja lá a que título for, se é feriado eu curto. Poxa, eu trabalho pra caramba, gasto muito a minha mente, dias comuns trabalho às vezes até onze horas da noite, e não vou ficar ansiosa pra curtir um feriado?
Não aguento esse pessoal que diz que feriado é um absurdo, e fica de bobeira na folga igual a quem assume que curte. Vá arrumar um serviço, então! Eu, hein! #prontofalei

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Espera aí fora.

Eu estava voltando da padaria e uma senhorinha sai da farmácia. Ela se abaixa e pega de volta, do chão, naquele degrauzinho entre a calçada e o piso das lojas, o cigarro que havia deixado ali antes de entrar. 
Sim! A ponta do cigarro estava pra fora do degrau e o outro lado, aquele que ela em seguida colocou de novo na boca, estava apoiado no chão, no chão onde a gente pisa. 
Pegou o cigarro de volta, colocou na boca e seguiu seu caminho. 
Oi??

Das coisas que me fazem levantar da cama

Rio de Janeiro. Copa do Mundo. Dia nublado. Feriado. Chove lá fora.
Só mesmo um sonho pra me fazer levantar da cama.
Sorte que a padaria é a dois quarteirões de casa... Dá pra ir e voltar sem perder o sono.
Caminha quentinha, minha querida, eu volto já.


quarta-feira, 18 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 10)

Foi uma quarta-feira de grandes emoções. Volto depois pra contar.


Marcadores:


terça-feira, 17 de junho de 2014

Shhhhhhhhhh...

"Às vezes incomodamos mais com o nosso silêncio, do que com a nossa impertinência."

Li isso há anos, naquela revistinha "Seleções - Reader's Digest". Nunca mais esqueci.
Às vezes sinto um incômodo; a lembrança forte dessa verdade.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 9)

E no duelo entre Flamengo e Vasco, deu Mengão!
Alemanha 4x0 Portugal

Eu avisei que os moços "from Germany" (ou de Deutschland) estavam muito bem vestidos...!
Pepe deu uma de Edmundo e foi bem "animal"; não sei o que justifica perder a cabeça (na cabeça do adversário que está no chão) ainda aos trinta e poucos minutos do primeiro tempo. Aliás, eu não sei o que justifica perder a cabeça...
As aulas de Fred, sobre como deixar os ombros bem sensíveis estão sendo bem aproveitadas.
CR7 foi bem marcado e os rubro-negros, Ops!, os alemães praticamente não o deixaram jogar. Uma jogada, apenas, já mais para o final do jogo, nos deu um gostinho do que é o seu futebol. Mas isso, convenhamos, é muito pouco. Queremos mais, Cristiano Ronaldo, queremos mais!!
O talento individual de Portugal sucumbiu ao jogo de equipe dos Deutsche, que prevaleceram sobre a turma do Vasco da Gama...
Em suma, vestir o manto sagrado é um jeito bem inteligente de desestabilizar o adversário. E a Alemanha foi bem esperta. Aos queridos amigos portugueses, meu carinho e dois recados: 1) não se assustem; seria pior se os loirões tivessem usado a camisa n.2, e 2) o estrago que fizeram hoje será aperfeiçoado com os próximos adversários do grupo.
Difícil, pra mim, vai ser encarar a Alemanha na final. Vou me confundir toda, porque a minha vida inteira eu disse, e repito: se jogarem Brasil x Flamengo... é claro que eu torço pelo Flamengo!



Mas a melhor notícia do dia foi que Schumi saiu do coma e já foi até transferido de hospital, para continuar o tratamento. Dizem por aí que ele acordou para ver  o jogo. 

Marcadores:


sábado, 14 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 8)

Sábado à noite.
Em tempos de Copa do Mundo, não se sai de casa antes do apito final... Hoje é noite de Itália x Inglaterra. E Glen Johnson está em campo...

Glen Johnson - Inglaterra 

Marcadores:


Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 7)

Dia de sábado. Hora de desejar um dia feliz. 
Segue aí mais uma obra da criação. 
Diretamente da Grécia. 
Talvez isso tenha a ver com o que costumamos ouvir sobre "deus grego"...
Feliz Sábado!!

Orestis Karnezis - Grécia

Marcadores:


sexta-feira, 13 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 6)

Ele já frequentou as páginas deste blog, e volta agora, na Copa de 2014, para defender pela quarta vez consecutiva a seleção mexicana de futebol.
Rafa Márquez. Zagueiro. Capitão. Gatinho.

Rafa Márquez - México

Marcadores:


quinta-feira, 12 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 5)

O jogo de abertura foi Brasil x Croácia, Fred fez um papelão, encenando um pênalti que não existiu (e esse assunto já deu) e colocando as mãos pros céus, agradecendo a não sei que deus.
O Brasil marcou quatro gols mas só ganhou de 3x1, porque o pobre do Marcelo estava com o pé onde não devia e desviou uma bola pro fundo da nossa rede.
Mas vamos deixar de blá-blá-blá. Porque uma imagem fala mais do que mil palavras, e isso, em tempos de Copa do Mundo é uma verdade fácil de constatar.
Para nossa alegria, a imagem de Niko Kranjčar. Apenas a imagem. Porque ele não veio.
Sofreu um problema no tendão, no último final de semana do mês passado, e não se recuperou a tempo de disputar o Mundial. Lamentável...

Niko Kranjčar - Croácia
clique na imagem para ampliar, porque vale a pena

Marcadores:


Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 4)

Tudo a seu tempo

Na hora de brincar, brincar.
Na hora de estudar, estudar.
Na hora de comer, comer.
Na hora de dormir, dormir.
Na hora de protestar, protestar.
Mas na hora da Copa do Mundo, é hora de festa, como sempre foi!

"Há um tempo certo para cada coisa", lecionou o sábio Salomão. Tudo a seu tempo e no seu lugar. O que não vale é a turma que não curte futebol aproveitar a deixa pra se fingir de politizado, vestir a capa de ativista, e tentar estragar a festa. Também não vale protestar apenas pra fazer barulho e tentar perturbar a alegria daquela brava gente brasileira que se permitiu dar um tempo e curtir a festa. E não me diga que a Copa influencia o resultado das eleições porque essa história é velha, e já deu. 
Brasileiro sempre amou futebol, torceu, sim, pela Copa do Mundo no Brasil, fazendo festa e piada, e agora vai curtir os jogos do Brasil, da Alemanha, da Itália, da Bósnia (a Seleção da Bósnia e Herzegovina, que vai ter a maior e mais apaixonada torcida do mundo a seu favor desde o primeiro jogo, e principalmente nele, e que, se depender de nós, vai atropelar a Argentina!). Nem por isso esqueceu as mazelas, os problemas na saúde, na educação, na segurança, no transporte... Não é porque curte o futebol e a Copa/2014 que não se lembra das outras coisas. A insatisfação, contudo, assim decidimos, não pode manchar a alegria e a hospitalidade que, tradicionalmente, caracterizam o brasileiro. Os gringos estão aqui. E vão sair encantados, como todos os que vêm de férias e se apaixonam. É preciso sorrir para eles, tratá-los bem, e isso não tem nada a ver com ser alienado. Há um jeito inteligente de combater a corrupção, a desfaçatez dos governantes, o abuso das autoridades. Há um jeito inteligente de fazer isso. 
Além de tudo, vamos botar a mãozinha na consciência: faz protesto na rua mas joga lixo no chão; reclama da Copa mas não respeita o pedestre; esculacha o Governo, mas não devolve o troco errado que a mocinha do mercado deu a mais; vai pra rua, mas estaciona na vaga de deficiente quando vai ao shopping. 
"Todos reclamam reformas, mas ninguém se quer reformar", já dizia o Marquês de Maricá.
Vambora pra rua, sim. Mas que me desculpem os que se acham cheios de razão... 'bora pra rua fazer a festa!!

Brasil-il-il-il!!!!

Marcadores:


quarta-feira, 11 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 3)

Pronto! Portugal chega, no máximo, em segundo.
 
Os portugueses já podem desistir de qualquer pretensão ao título, nesta Copa.
Ganharam o "Kit Vice"...

- deram o nome de  "welcome kit"; mas corre à boca pequena que o nome correto é "welcome vice"

Marcadores:


Acertando o calendário e ajustando a agenda

Dia 12 de junho
Vai ter Copa, sim! Vai ter Dia dos Namorados, sim! Vai ter Festa Junina, sim!
Tudo junto e misturado. Meu Brasil, brasileiro!!!


É isso aí

Um dia cinza pede sempre o colorido de um abraço...

terça-feira, 10 de junho de 2014

Da Série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 2)


Não bastavam os quilos, veio o cabelo; e  agora, OMG, esse bigode.
Aí não, Ronalducho... Aí não!
(Foto daqui)

Marcadores:


segunda-feira, 9 de junho de 2014

Histórias de amor - LXII

Eles se reencontrariam naquela rua,
De céu branco e nuvens cinzas.
A esperança, voando livre, pousara num galho de árvore à beira do caminho.

Ele ía. Ela vinha. E eles se reencontraram, naquela rua.
Passaram, entrementes, um pelo outro,
E não se viram.
Porque haviam perdido a esperança no meio do caminho...

Marcadores:


domingo, 8 de junho de 2014

Da série COPA DO MUNDO - 3ª edição (parte 1)

Iniciando os trabalhos para a Copa do Mundo de 2014, a imagem de Robin Van Persie, o holandês que está treinando, com sua equipe, na casa do Flamengo.
Atacante sensação desta Copa, o moço está com um certo incômodo no joelho direito há mais de um mês, mas um exame feito ontem garantiu que ele poderá jogar normalmente no Mundial, defendendo a Seleção Neerlandesa de Futebol. 

Robin Van Persie - Holanda

É legal comentar um fato histórico que mostra a ligação dos holandeses com o Flamengo. O historiador Milton Teixeira conta:

“No início de 1598 uma esquadra holandesa chefiada pelo corsário Olivier Van Noort tentou fazer um desembarque por aqui, para tomar a cidade. Não foram bem sucedidos, foram presos. Mas os portugueses passaram a chamar essa praia não mais de Praia dos Sapateiros; como eles chamavam todos os holandeses de flamengos, em alusão a flandres, ‘Praia dos Flamengos, Praia dos Flamengos’, Praia do Flamengo ficou”. 
E agora, passados mais de quatro séculos, voltam os holandeses, conquistando o Rio, os cariocas e a maior torcida do Brasil!

Marcadores:


Quer me ganhar?...

...me chama pra viajar.