domingo, 28 de fevereiro de 2010

Dias nublados são quase apagados...

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Feliz Sábado!!


"Você vai chegar
Ao entardecer
A brilhar
Nessa luz cor de outono
Você vai lembrar
Quanto eu fui sonhar
Um país todo em flor
Numa estrela"


Sim! Sábado também é dia de sonhar...

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Isso é ressaca... o resto é brincadeira!

Há muito tempo a quinta-feira se tornou uma prévia do fim de semana. Tem "happy hour", encontro de amigos depois do trabalho... É o que era a sexta-feira dos solteiros. Tem gente que chega no trabalho, na sexta, de ressaca. Mas a que ponto nós chegamos!! Até o mar tá entornando! Ressaca da quinta?


Detalhes AQUI

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Enfim, enfim!!!

Agora posso oferecer maravilhosos jantares sem me preocupar com o desprazer de louças sujas e do desperdício de água e sabão!! Todos convidados!!!
Confira aqui.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Quando vamos além das aparências

Tudo bem, eu confesso. Se entrar em cartaz um filme com ele, nem pergunto nada, eu simplesmente vou.
Comédia, terror, drama, suspense, trash... seja o que for. A ideia de passar duas horas com o moço me é suficientemente agradável para que eu não me atenha a questiúnculas.

Domingo fui atrás dele. Surpreendentemente, a sala estava cheia de homens que não me pareciam estar ali a contragosto, mas também não estavam lá pelo mesmo motivo que eu - a aparência.
O bom de tudo, contudo, é você combinar beleza e cabeça. Um filme que é bom para os olhos nem sempre é um filme cabeça. Desta vez 'tava tudo junto e misturado...

Adoro sair do cinema pensando. Gosto de discutir, trocar impressões, interpretar, concluir...
E depois de tudo, ficou aquela sensação... e a dúvida: será que ele já viu esse filme?

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Feliz Sábado!!

Para um sábado feliz, tome três doses generosas de amor, ao longo do dia.

Sirva em colheres de sopa o que ainda restar no frasquinho, distribuindo aos vizinhos e amigos, aos sozinhos e àqueles que sofrem com alguma dor.

Seja amorável.

Isso faz toda a diferença!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Crendice??

Seu aparelho celular aparece com o espelhinho quebrado.
Daí em diante: seu carro está uma coisa!, seu outro telefone ostenta uma tela branca, chove lá fora, acabou a temporada de praia...
Seria mesmo uma verdade, essa coisa de sete anos de azar, quando um espelho quebra??

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Bom feriado!!

Pequenas diferenças culturais...

Carnaval, no Rio / Carnaval de Québec / Family Day

Pra vocês, aí, um bom feriado, neste 15 de fevereiro.
Eu aprendi que a família é a base de tudo. Nós aprendemos.
Então... comemorem!!! Façam mesmo uma grande festa!!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Alguma vez já lhe aconteceu de um pensamento inédito dominar sua mente de tal forma que você realmente acredite que sempre pensou assim??

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Feliz Sábado!!

Existe um conto hindu sobre um homem num pequeno barco, remando contra a corrente num rio com rápidas correntezas. Depois de uma grande batalha, finalmente descobre que o esforço é inútil e desiste, coloca os remos de lado e começa a cantar.
O momento lhe ensina uma nova maneira de viver; só quando se deixar levar pelo rio será um homem livre.
extraído de AMOR, por Leo Buscaglia.
p.108, 7ª ed., Editora Record

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Melhor, muito melhor

"É melhor ser alegre que ser triste..."

Estava há pouco lendo o post de aniversário do Crespinho, e enquanto ele dizia que a partir dos trinta você passa a escolher as coisas com mais cuidado - "a casa, o carro, os amigos, e claro, sendo bem exigente, a mulher" -, eu fiquei pensando no quanto ele tem razão... Mas, de repente, de tudo o que eu li, ficou martelando na minha cabecinha o verso lindo do "Samba da Bênção", de Vinicius e Baden, e que é praticamente um lema na minha vida:

"É melhor ser alegre que ser triste
Alegria é a melhor coisa que existe
É assim como a luz no coração"


Eu me abato, sim. Eu choro, e choro com todas as minhas forças, quando estou triste. Sofro, acho que meu mundo está acabando. Mas não me entrego além do necessário. Junto forças, respiro fundo e procuro os caminhos alternativos.
Ando tropeçando, mas ando. Sem forças, mas me seguro e me mantenho em pé. E tudo isso, mantendo um sorriso no rosto, mesmo que à custa de muito esforço.
Numa hora qualquer você vê que o sorriso já não lhe custa tanto e as coisas começam a fazer sentido de novo.
Aos poucos vou guardando a tristeza num canto, lá no fundo, sufoco as lágrimas numa garrafinha pet de 600ml ou de 2l, conforme o caso, e começo a cantar outra vez...

"É melhor ser alegre que ser triste
Alegria é a melhor coisa que existe
É assim como a luz no coração"


Porque a vida aqui é uma só. Porque "não há bem que sempre dure nem mal que nunca se acabe". Porque o amor é eterno, posto que os amantes não vivam, necessariamente, juntos para sempre. Porque Deus conhece o fim desde o começo. "Porque tudo passa, tudo passará"... mas essa é a letra de outra música e agora me deu uma vontade tremenda de rir, porque me lembra bons amigos cantando no videokê... mas isso é outro papo.

Bom dia!
"Mas bom dia mesmo!"

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Trabalhando e brincando no quintal...

Em tempos de Big Brother, Twitter e Facebook, se você não acompanha aquela casa pode ser que se sinta um estranho no ninho. Por mais que você não se renda, não há jeito: duvido que não saiba quem é a moça 2010 debaixo do edredon...

Segunda-feira, num dos intervalos de "É Tudo Improviso", passei pela Globo e me deparei com o Pedro Bial no pior de sua performance como apresentador. Na verdade, eu o achei ridículo. Completamente ridículo. Aliás, pelo que vi, os confinados fazem parceria com a ridicularia do apresentador. Todo mundo combinando...

Ontem, enquanto alguns milhões de brasileiros estavam de olho naquela casa, eu estava no quintal. Fui pra lá com os quatro volumes de um processo complicado, que já tomou dois dias da minha vida, só de estudos. Sob o sol e de frente pras águas eu raciocino melhor, juridicamente. Então, eu fui pra lá.

A agenda ficou mais ou menos assim: depois de um pouco mais de estudo, um bom livro para ler. Mais tarde, hora de fazer novos amigos. E depois, ainda mais tarde, o reencontro com velhos amigos. O horário de verão nos proporciona essas coisas. A pessoa trabalha o dia inteiro e ao final da jornada, cansada... vai pra praia ver o por-do-sol, sorrir com os amigos e rolar na areia até dez horas da noite.

Foto de Suzi - Por-do-sol na Praia do Recreio - Segunda-feira, 02.02.10

A televisão deveria ser uma opção quando você não pode fazer mais nada, na vida. Mas, ao contrário, tem gente que se prende em casa pra não perder um programa da TV...
Enquanto a galera estava confinada em sua própria casa, eu ria, feliz da vida, à toa no quintal da minha vida...

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Sensacional!!!

  • "Uma vitória emocionante do Mengão! O Flu saiu na frente. Abriu 2. Fizemos 1, eles o 3º. Na volta do intervalo, aos 6 mandamos na trave, aos 7, gol, e aos 8 também. Álvaro foi expulso, Pet saiu, David entrou com Vinicius Pacheco, fizemos o 4 e o 5. Final: Flu 3x5 Fla. Mengão do meu coração!!"

Meu pai está em Recife e provavelmente não estava assistindo ao clássico Fla x Flu. Essa aí foi a mensagem que eu mandei pra ele, via SMS, no final do jogo de ontem.

O Flamengo perdia por 3x1 no final do primeiro tempo. Um gosto amargo, do lado de cá... e festa na torcida adversária. Mas "clássico é clássico", como acertadamente se diz. E nosso técnico hexacampeão traduziu bem o que é o Flamengo: "Esse time foi feito para grandes jogos!"

O relógio marcava 5 minutos da segunda etapa. Nos três minutos que se seguiram... tudo mudou. Os vizinhos tricolores do edifício da esquina, que estavam em festa no primeiro tempo indo pra varanda gritar enlouquecidos numa explícita provocação a nós, da respeitável e temida nação rubro-negra, de repente se aquietaram...

Eu, comedida, não gritei nada (da varanda) nos dois primeiros gols do Flamengo - a tensão própria dos grandes jogos. Mas o grito preso na garganta explodiu no gol de empate. Houve um silêncio naquelas varandas vizinhas. E um barulho ensurdecedor nas varandas do meu prédio e dos bons vizinhos rubro-negros. O jogo caminhou para o "sensacional"! Os "Guerreiros" do Flu não suportaram mais a pressão da guerra, que foi sensacionalmente vencida na garra, no peito, na raça, na técnica, instalando-se, definitivamente, o "Império do Amor".

Os tricolores tiveram de nos aturar. E pra aturar a torcida do Flamengo... tem que ter estômago!
Um clássico nunca termina no domingo: a segunda-feira é sempre a prorrogação!
Vamos à festa!!

    A única parte triste da história é que eu não estava lá no Maraca, nesse jogo histórico... Sim, essa é uma parte bem triste... Mas isso é outro papo. Outro papo...
    Vamos à festa!!