quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Quando vamos além das aparências

Tudo bem, eu confesso. Se entrar em cartaz um filme com ele, nem pergunto nada, eu simplesmente vou.
Comédia, terror, drama, suspense, trash... seja o que for. A ideia de passar duas horas com o moço me é suficientemente agradável para que eu não me atenha a questiúnculas.

Domingo fui atrás dele. Surpreendentemente, a sala estava cheia de homens que não me pareciam estar ali a contragosto, mas também não estavam lá pelo mesmo motivo que eu - a aparência.
O bom de tudo, contudo, é você combinar beleza e cabeça. Um filme que é bom para os olhos nem sempre é um filme cabeça. Desta vez 'tava tudo junto e misturado...

Adoro sair do cinema pensando. Gosto de discutir, trocar impressões, interpretar, concluir...
E depois de tudo, ficou aquela sensação... e a dúvida: será que ele já viu esse filme?

Um comentário:

Natália disse...

Ainda há pouco comentei num outro blog a respeito desse filme. E meu comentário foi mais ou menos como o que tu escreveu no final do post: adoro filme que me deixando pensando pensando pensando...

E vamos combinar que pensaaaar com a imagem de George Clooney ao fundo é mais estimulante. =]

beijinho