sexta-feira, 28 de março de 2008

Chatear e encher - por Paulo Mendes Campos

Segunda-feira à noite eu estava lendo um post antigo, no Turma do Amigão, que me fez lembrar da fantástica coleção "Para Gostar de Ler", da Editora Ática; livrinhos que, realmente, nos faziam gostar de ler, na infância e na adolescência.
A crônica "Chatear e encher", do Paulo Mendes Campos, nunca saiu da minha cabeça. E lembro-me muito bem do dia em que eu, meus irmãos e minha prima resolvemos brincar de chatear e encher. E vou te contar: nós nos divertimos pacas!!



"Um amigo meu me ensina a diferença entre 'chatear' e 'encher'.
Chatear é assim:
Você telefona para um escritório qualquer na cidade.

- Alô! Quer me chamar por favor o Valdemar?
- Aqui não tem nenhum Valdemar.

Daí a alguns minutos você liga de novo:
- O Valdemar, por obséquio.
- Cavalheiro, aqui não trabalha nenhum Valdemar.
- Mas não é do número tal?
- É, mas aqui não trabalha nenhum Valdemar.

Mais cinco minutos, você liga o mesmo número:
- Por favor, o Valdemar já chegou?
- Vê se te manca, palhaço. Já não lhe disse que o diabo desse Valdemar nunca trabalhou aqui?
- Mas ele mesmo me disse que trabalhava aí.
- Não chateia.

Daí a dez minutos, liga de novo.
- Escute uma coisa! O Valdemar não deixou pelo menos um recado?
O outro desta vez esquece a presença da datilógrafa e diz coisas impublicáveis.

Até aqui é chatear. Para encher, espere passar mais dez minutos, faça nova ligação:

- Alô! Quem fala? Quem fala aqui é o Valdemar. Alguém telefonou para mim?"

Paulo Mendes Campos. “Chatear e encher”.
Para gostar de ler. vol. 2. São Paulo, Ática, 1983. p. 35.

12 comentários:

JEANSECAMISETA disse...

Eu lembro!Eu lembro dessa!E já fiz muito isso também.Hahahahaha.
Ô tempo bom!!!!

Amigao disse...

Eu lembro dessa tambem, e lembro dos livros.
Bom final de semana!

Danny disse...

kkkkkkkkk
Ótimo!
Vou ensinar pras crianças lá de casa... tô pensando? rs
Bjs.

Luís F. disse...

Ah! Ah! Ah!

Excelente!!!

Nem me atrevo a contar as variadíssimas personagens que assumia ao telefone para baralhar as pessoas… admito que tinha muito jeito para o trote, era sempre eu que fazia as ligações, os meus amigos ficavam roxos de tanto conter o riso… Um horror…

:)

Bom Fim-de-semana, Suzi!!!

Hip! Hip! Hurra!

Suzi disse...

diversão garantida, né, cris???
hehehehe!!

Suzi disse...

coleção pra fazer gostar de ler mesmo, né, amigão??

p.s.
deixei um recado pra vc com a d.elite.

Suzi disse...

o problema, agora, danny, é que com a modernidade, existe o "bina"...

mas eles podem fazer de orelhão!!!!
:o)))

Suzi disse...

ô, luís f., agora fiquei curiosa!!!
conta! conta! conta! conta!

:o))

Anônimo disse...

Li essa crônica quando tinha uns 12 anos, na escola... Me clembro exatamente de como me diverti com uma engraçada e curiosa coincidência: também me chamo Valdemar. Me veio uma nostalgia, uma saudade de um tempo bom...
Obrigado por me fazer reviver essas emoções...
Abs

Suzi disse...

ahahaha! que barato, valdemar! que barato!
e fico feliz por ter proporcionado esse momento "vale a pena ler de novo".
:o)

seja bem-vindo por aqui. volte sempre que quiser!

Thicy Ferreira disse...

Owww...
Muito bom msm!
Oxeee meu professor passou uns deveres sobre isso aew..Valdemar!

Muito bom

Beijao

Suzi disse...

:o))

Blogdasuzi também é cultura!!!