domingo, 21 de março de 2010

Domingo à noite

Sim, já é noite.
O Domingo acabou.
O tédio só não é maior porque no ar, pela casa inteira, há um cheirinho de pimenta rosa... Depois de um banho demorado, cantando embaixo do chuveiro (não queira saber o repertório...), pelo corpo escorrem gotinhas de um óleo que é capaz de fazer viajar, se você souber se entregar ao prazer do sentido que nos faz perceber os aromas da vida...

Quem respirar profundamente e se entregar ao exercício do sentido, vai perceber notas de lavanda, capim-limão, ameixa, além de sálvia, almíscar e baunilha... Não, não acredite que eu saberia distinguir direitinho as fragrâncias, mas quem estudou a composição desse olor - como diria um poeta -, diz que tem até um tal de "muguet", que eu, confesso, não tenho a menor ideia do que seja. O que sei, de verdade, é que há agora um aroma muito bom, nesse ar que me cerca.

E para afastar o tédio de um domingo nublado, chuvoso, sem céu azul, um domingo em total desacordo com aquilo que se espera de um primeiro domingo de outono, cai muito bem aceitar a vida, sentada na varanda, depois do banho, enquanto venta e chove lá fora e há perfume aqui dentro... em mim...

Anoitece. Escurece. E enquanto entramos, serenamente, num combate, minha memória olfativa e eu, vou tentando vencer a inglória batalha na guerra das emoções...

3 comentários:

J@de disse...

Cheguei quase a sentir todos esses aromas!!
Beijos!!

Custódia C.C. disse...

:):):) que post cheirosinho hem?
"muguet" - é assim uma espécie de lírio do campo :)

Natália disse...

Confesso que eu tenho preguiça de passar óleos e hidratantes, mas o cheiro é maravilhoso.