terça-feira, 10 de novembro de 2009

Na praia...


Esta foto foi tirada domingo, na praia, final de tarde.
Agora me diga: quem estaria sentado nessas cadeiras?
Vamos lá: observe a disposição das cadeiras, o alinhamento, perceba os detalhes... veja os chinelinhos, o "cooler", o alinhamento do "cooler", o pacotinho de biscoito queijinho, essas coisas. Clique na imagem para ampliar, se quiser. Observe tudo e depois tente imaginar que tipo de pessoas, quem estaria sentado ali. Não estou pedindo que você me dê nome. Eu queria a descrição. Que tipo de pessoas você acha que estavam sentadas ali? Como eram?
Descreva pra mim.
Vamos lá?

26 comentários:

Mariah disse...

para mim é um casal de velhinhos, Eunice e Alfredo, que nasceram e se casaram em Campinas. Ela, professora primária, ele, funcionário público, ambos aposentados. Têm 3 filhos - Gilda, Gilmar e Gisele - todos casados. Agora eles passam os feriados na praia com os netinhos....e aí acertei?

Amigao disse...

Hum, a julgar pelo tamanho das cadeiras não sei não.
Fala logo.

Natália disse...

Não faço a menoooor ideia.
Quem é, quem é?

Suzi disse...

Vamos lá, minha gente!!
Vamos usar a imaginação, como a Mariah! Arrisquem o palpite! Viajem!

JEANSECAMISETA disse...

Pelo estilo das sandálias e a disposição das coisas, acho que é um casal meio certinho, tradicional e bem arrumadinho (tudo no lugar).
Será?!
Muito criativo esse post. Gostei.

JEANSECAMISETA disse...

A branca era nova ou o dono tem mania de limpeza?

ana disse...

Um torcededor do Fluminense, claro.

krama1 disse...

Um casal, de namorados, recentes, a mulher é praieira, pois seus chinelos já estão gastos e o branco (masculino) está muito novinho. A mulher é do tipo que não tem mania de fazer regime uma vez que quem se preocupa com a aparência não come biscoito de queijo gorduroso. São do tipo econômico, pois não alugaram as cadeiras, e sim trouxeram de casa - não a marca do dono da barraca atrás – e ainda levaram suas bebidas para a praia, ao invés de levar $$ e comprar lá. Pela disposição das cadeiras, são do tipo certinhos, organizados, tipo chatos. O romance é recente uma vez que estão sós e ainda querem se conhecer melhor. São morenos, já que não estão com guarda sol, não se preocupam com o sol.

paratudo disse...

É impressão minha ou o pessoal tá achando que ser arrumadinho é ser chato?
Bom, a começar por aí e seguindo na linha preconceituosa (kkk), acho que não são cariocas, talvez nem brasileiros. No mínimo paulistas, mais provavelmente paranaenses, certamente canadenses? As cadeiras acabaram de ser compradas, ainda estão com as etiquetas intactas. Eles têm algum dinheiro mas não são esbanjadores nem mortos de fome, rsrs... nem miseráveis, porque compraram cadeiras muito boas, têm um cooler bacana. Mas não tem nada além do necessário, são básicos. O chinelinho amarelo "dentro" do branco dá um romantismo à cena... pode ser um casal sim... me lembrando bem das últimas passagens pelo Rio, pode ser um casal gay...

Ou pode não ser nada disso, kkkk
Adorei brincar de adivinhar!
Beijo primuska!

Mariah disse...

Mariah II - o filme

Fiquei tão confusa quando entrei aqui nos comentários... parece que eu já escrevi antes!!! Preciso então, mudar meu 'nome'.

Pois bem, ainda não entendi bem, mas lendo os comentários, acho que apoio (sem acento, nova gramática) a PARATUDO pelo toque "canadense", mas lá vai meu palpite:
- caucasianos
- meia idade
- não moram longe da praia
- sem filhos
Mas, faz diferença saber se a foto foi tirada por eles mesmos ou por algum observador.

Mas o que eu mais gostei, foi que os chinelos parecem fazer "reverência" ao biscoito de queijinho, colocaram-no num "altar de chinelos", como se o biscoito estivesse sendo carregado por eles.

Suzi disse...

Então, esclarecendo: a foto foi tirada por mim.
Vamos lá. Tá ficando interessante, a brincadeira!
:o))

Mariah disse...

Bom, enquanto eu escrevia, fui mudando minha ideia (tbm sem acento).
Biscoito de quijinho não combina muito com meia-idade, combina?
E a galera do Canadá não teria uma havaiana tão gasta, teria?
Mas o romance não é recente, não, eles têm até cadeira!

É... não sei!

Mariah disse...

Mariah II

Sim, por você, mas vc estava só observando, certo?
Então, se vc não estava junto, cai a ideia dos canadenses...

Volto pra minha meia-idade se eles pediram pra você tomar conta das coisas enquanto saíram (pra dar uma volta?).
Porque, se eles tiverem ido mergulhar, desço* bastante a idade deles, o que não combiraria em nada com o cooler.
Fiquei com uma dúvida, eles não estão virados para água, estão?

Bem, é isso, por ora.
Se chegar mais dicas...

*Acho que eu nunca tinha escrito essa palavra antes.

Custódia C.C. disse...

Estou com pouco tempo, mas apeteceu-me entrar na brincadeira.
O aspecto é demasiado arrumado para uma cena de praia.
As cadeiras são novinhas, ainda têm a etiqueta do preço, a geleira (como nós dizemos) também parece acabadinha de comprar. Por outro lado é estranho não haver uma peça de roupa nem uma toalha de praia. O saco dos biscoitos assim isolado, até parece que foi colocado de propósito para a fotografia.
O meu palpite vai para uma qualquer produção fotográfica ou, quem sabe, uma cena de telenovela ??

Janaina disse...

É um casal. Se a raquete de frescobol for deles, devem ter entre 25 e 30 anos. Outro fator que leva a crer que têm esta idade, é que não há barraca cobrindo o sol nas cadeiras. Não se preocupam muito em se proteger do sol. O cooler está cheio de skol, algumas coca colas zero e garrafas com água. Engraçado que eles não se sentaram de frente para o mar. Por quê? A vista é tão mais bonita...
Beijos, boneca!

Mariah disse...

Mariah II - o filme


Caramba!

Eu achei que a tal raquete de frescobol era um pedaço de madeira, tipo pau de barraca.

Suzi disse...

ahahahahahaha!!!
a raquete, nem eu tinha reparado!!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

edvaldo disse...

Bem, vou desconsiderar as muitas evidências que me poderiam levar rapidamente e com certeza aos personagens em questão, porque algumas delas estão sendo abordadas pelos comentaristas acima.
Quero me concentrar unicamente num ponto: O saquinho de biscoitos, por meio dele facilmente se descobre os personagens.
Antes, vou abrir um parêntese,( Como disse a Mariah, poderia ser um casal de velhinhos, pela colocação do cooler entre as cadeiras, pois nós idosos apreciamos muito, "direitos iguais, facilidade para ambos, etc". Tambem poderia ser um torcedor do fluminense como disse a Ana, vemos evidências nos pertences escondidinhos em baixo da cadeira. Hoje o Flu anda por baixo, se escondendo.
Afinal, há um pouco de verdade em cada comentário, mas não o suficiente).
Como perito internacional, me concentro unicamente no saquinho de biscoitos. Por meio dele descubro no mínimo, duas pessoas "espertas da mente", de bem com a vida, não caucasianas, como descreveu Mariah,nem canadenses como disse "paratudo" mas componentes de uma grande nação, cujo pendão tremula altaneiro e cujo imperador ADRIANO, os conduz com segurança à Libertadores da América.
Minha proposição se baseia na tarja rubro-negra que contorna o saquinho de biscoitos.
Portanto as pessoas em questão, são dois FLAMENGUISTAS! kkkkkkkkkk
Beijos Suzi lindinha. rsssss

Vinicius disse...

Trata-se de um casal. O tamanho dos chinelos é indicativo. Foi ele, e nao ela, quem deixou tudo arrumadinho antes de irem dar um mergulho. O chinelo branco limpinho, maior que o dela, sujinho, também é indicativo. Verifique que o chinelo dela não estão limpinho e foi colocado com pés trocados. O dele não. E antes do megulho, ele, e nao ela, pediu para vc dar uma olhadinha nas coisas. Só pode ter sido ele. É um fresco. Alguem observou que eles levaram as cadeiras. Certamente foi ele, e nao ela. Ele comprou cadeiras branquinhas para combinar com o chinelo branco limpinho. Ele jamais alugaria cadeiras na praia pq nao encostaria em cadeiras já usadas por outros. É daqueles frescos. Duvido que tenha cerveja na caixa de fibra. Deve ter algo bem natural.Um arrumadinho limpinho jamais tomaria uma cerveja. Alias, o que esse sujeito está fazendo na praia? Ele nao costuma ir à praia.Certamente foi um evento extraordinário, que o fez sair para combrar cadeiras, chinelo, aguinha .... já tô irritado com esse cara. E contigo também. Fala logo quem são....

Amigao disse...

Então eu pergunto, Suzi, quem estaria sentado nessas cadeiras?

Suzi disse...

(comentário recebido por email):


Certamente é um casal!(Pelo tamanho dos chinelos. O homem (chinelo branco)é dono do isopor ou tem a totalidade das "ações" (para guardar as cervejas; deve ter 1 ou 2 latas de refrigerante para a mulher).A mulher, como já disseram, usa muito o chinelo e poderia lavá-lo as vezes, não é mesmo! Certamente o casal tem mais de 40 anos (cadeira de observador e batedor de papo, não vão para torrar enquanto tiram uma soneca; além do mais, queijinho, putz; é da antiga). O horário da foto não é próximo de 12hs (a sombra, o sol...). E, pra finalizar, ELES ESTÃO NA ÁGUA. RSRSRSRS Muito Bom!


JADER LEVI

Suzi disse...

(comentário recebido por email):

um casal de banhistas que gosta de praia com lanche e bebidas

RENATA BELO

Suzi disse...

(comentário recebido por email):

São turistas. Acredito plenamente que seja um casal gay da Jamaica.

Turistas, porque nenhum carioca "abandonaria" suas cadeiras, cooler e demais apetrechos sozinhos nas areias da praia, num domingo.

Gays, pois são muito arrumadinhos e o chinelo branco que parece ser o de maior tamanho, ainda está branquinho como a neve, ou melhor, como a areia da praia. (se não forem gays, são mulherzinhas ou bonecas, no sentido literal, claro!)

Jamaicanos, pois com pele bronzeada e acostumados ao sol, não tão nem aí pra barraca.


WELLINGTON CAVALCANTI

JEANSECAMISETA disse...

Ai Suzi, já to ficando agoniada...
Conta logo quem é esse povo!
Rsrs

Suzi disse...

Pessoal, só agora percebi uma coisa!!!
A Mariah II é mesmo outra Mariah.

Ahahahahaha!!!

A Mariah (simplesmente) é a da "Casinha de Mariah". A Mariah II é a do Romário!!!!!!!!

kkkkkkkkkkkkkkk

Mas se até tu, Brutus, se confundiu, achando que já tinha escrito... "Imaginaeu"!!

Muito boa!!

Mônica disse...

Fala sério, boneca: isso é coisa de um casal gay! Só pode!

( ainda mais se a praia é a do Recreio que já tem até uma parte apelidada de Gaylândia)