quarta-feira, 19 de março de 2008

Papo de mulherzinha

Você sabe, eu tenho uma quedinha por sandálias e sapatos. Não ligo pra tênis. Só tenho um. Até três anos atrás meu único par de tênis era um da "Pé do Atleta", marca que já não existe há uns dez! rs* Aí, comprei um Reebock, porque eu iria viajar e precisaria de um tênis mais confortável. Comprei. Usei uma vez na viagem e outras três ou quatro vezes aqui, pra andar de bicicleta. Um dia, estava na rua, de sandália vermelha de salto alto e jeans, quando resolvemos ver o Flamengo jogar. Por mais que fosse uma linda sandália vermelha, não tinha nada a ver. Fui "obrigada" a comprar um tênis. Desse eu até gostei. Mas reclamei muito mesmo, do preço. Fiquei convertendo em sandálias, pra você ter uma idéia. Nem foi tão caro, mas um tênis custar mais que uma sandália representa um custo-benefício altíssimo para a minha "personalidade". E então eu continuo com apenas um par de tênis, porque a primeira coisa que fiz, quando cheguei em casa, foi colocar o outro tênis na caixa e dar pra minha tia, porque dois tênis ocupando espaço na minha casa... não dá mesmo!

E tudo isso eu contei pra ressaltar que gosto muito mais de sandálias e sapatinhos. Bolsas também enchem os meus olhos, mas termino me controlando mais, porque uma bolsa equivale, em média, a três ou quatro pares de sapato...

Então, minha irmã, outro dia, bateu os olhos numa bolsa vermelha e achou que era a minha cara. Um vermelho lindo, cheia de divisões, bolsinhos... É claro que ela me conhece e é claro que ela acertou. É claro também que muita gente desejou ter uma irmã assim, bacaninha. Mas não é claro que todos os nossos desejos se realizam...

Então, como eu já tinha uma bolsa nova, deveria comprar mais um sapatinho...Nem precisava ser vermelho, até porque a bolsa nova com vestidinho e "scarpin" pretos ficou um show! O lance era um sapato novo. Aí, você entra na lojinha e escolhe. Paga. Sai.


E volta.
É... volta, porque vê na prateleira de liquidação que a sandália prata que você comprou para o réveillon e que está com pena de usar para não gastar, agora está pela metade do preço.


Você até cogita de comprar outra prata, pra poder gastar a antiga sem pena, mas lembra que se alguém souber disso vai internar você; por outro lado, nem gosta muito do modelo em preto, mas sabe que nesses casos não se pode resistir... Afinal, é a metade do preço. E você gosta tanto de sandalinhas...




p.s.
a pergunta que não quer calar:
vocês querem me internar, mesmo assim??

:o))

20 comentários:

Amigao disse...

Que nada você é super normal. Louco é quem te acompanha nos shoppings....rsrsrs

Demas disse...

E ficar sem ler coisas como essas?!
Nunca!
Abração

Suzi disse...

hehehehe!!
mas essas coisas a gente faz sozinha, amigão, pra não dar bandeira!

:o))

Suzi disse...

loucos internados não nos divertem, né, demas?
hehehehe!!

grande abraço!

krama1 disse...

Pelo menos já sei o que comprar no natal/niver para você.
Só que tem que se ajustar ao valor estabelecido.
No final de tanto bater perna, quem vai precisar de sapatos novos sou eu.
Melho, acabo de lembrar que por sorte só uso tênis.
bjos

Suzi disse...

o problema de fazer parabéns em dezembro é esse: alta estação, verão chegando, "liquidação" não existe no dicionário dos moços do shopping...

mas, vamos combinar, voc~e sempre acerta! até se for pra comprar presente pra uma "parede", você acerta!
(se é que você me entende... hehehehehe!!)

ana de toledo disse...

Quando gosto muito de uma coisa a compro em dose dupla também!
Você fez muito bem!!

Éverton Vidal disse...

kkkk
Adoro todo vez que venho aqui.
Mas sim.. quando vao te internar mesmo? (eu nunca sei zuar :S )

Beijo!
Inté!

Márcia(clarinha) disse...

Também tenho esse vício, pra mim nem é mania, é compulsão.
Não, bunita, não vão te internar
Deixei uma cartinha pra você lá no Brincando
dias lindos
beijos

Suzi disse...

é bom, sentir-me acompanhada nessa, aninha!
;o)

Suzi disse...

hehehehe!!
éverton, você leva chocolate, escondido, pra mim, na clínica?
e umas sandalinhas novas, tá?

Suzi disse...

mesmo, clarinha?
bem, como eu AINDA não admito ser compulsão, posso me considerar num estágio menos avançado que o seu!!!!!!
:o))


______________
fui lá...
:o(

Luís F. disse...

Estou como o Amigão... "Bater perna" no shopping contigo não deve dar mesmo!!!!

:)


Bom Fim-de-Semana, Suzi!!!

Suzi disse...

reconheço que é para os homens isso é inimaginável!
mas percebes como as mulheres me compreenderam tão bem, luís???

:o))

deize disse...

Faz tempo que não acompanho esse cotidiano. Assim, não fazia idéia do estágio em que vc se encontra...
Mas, aquele dia em que fui na sua casa e vi um pedacinho do armário com aquelas cxnhs, fiquei rindo sozinha.
Engraçado que hoje, por conta da saída de amanhã, dei uma limpa no armário e separei sete pares para doar. E ainda fiquei com dois tênis, umas rasteirinhas e uma outra pequena variedade (verde, azul(2), preta (3), branca, amarela, lilás, vermelha).
Será que estou começando a apresentar sintomas tardios?
Será que como em escola, a clínica dá desconto de 10% para sisters?

dannycsv disse...

Acho que esse hospício deve ser beeem grande... pro bando de mulher que vai ter que ir pra lá... até eu!
Beijos

Suzi disse...

ahahahahaha!!!
será que a faculdade de pedagogia nos causa esse trauma, deize??
porque psicologia não faria isso...
direito também não...
bem, mas tem também a possibilidade da psicopedagogia...
ou a genética...
será que é, simplesmente, coisa de mulher????

10% é uma óooooootima idéia!!
e o começo definitivo da nossa perdição!

p.s.
qualquer hora vou fotografar as caixinhas e postar aqui. hihihihihi!!

Suzi disse...

ahahahahaha!!!
tem razão, danny.
e o que vai ter de blogueira, por lá...
é bom que a gente já vai se sentindo em casa!

:o))

Mariah só Mariah disse...

isso deve ter algum tipo de explicação...você não é única amiga...somos uma veradeira legião de fêmeas sedentas por bolsas, sapatos e quetais.
outro dia conversando com um amigo (XY) chegamos à conclusão de que o "carro" é para o homem o que "sapato e bolsa" é para a mulher...achei a comparação muito procedente.
mariah

Suzi disse...

ah... então, vamos combinar que a nossa "doença" é muito mais econômica!
kkkkkkkkkkk