sábado, 15 de dezembro de 2007

Feliz Sábado!!


A Carlos Drummond de Andrade
(João Cabral de Melo Neto)

Não há guarda-chuva
contra o poema
subindo de regiões onde tudo é surpresa
como uma flor mesmo num canteiro.

Não há guarda-chuva
contra o amor
que mastiga e cospe como qualquer boca,
que tritura como um desastre.

Não há guarda-chuva
contra o tédio:
o tédio das quatro paredes, das quatro
estações, dos quatro pontos cardeais.

Não há guarda-chuva
contra o mundo
cada dia devorado nos jornais
sob as espécies de papel e tinta.

Não há guarda-chuva
contra o tempo,
rio fluindo sob a casa, correnteza
carregando os dias, os cabelos.

("João Cabral de Melo Neto - Obra completa", pág. 79)


E eu ainda diria que não há guarda-chuva contra a tristeza que de repente toma conta do coração da gente seja lá por que cargas d'água for...

E se é assim, lembre-se que hoje é o dia que o Senhor nos deu. Trate de sorrir, e de fazer sorrir. Esteja alegre e seja a alegria de onde quer que você esteja. Cuide de ter um sábado feliz, não importa a tempestade que esteja lá fora. E eu não estou falando apenas da tormenta da chuva...

FELIZ SÁBADO!

4 comentários:

Márcio disse...

Feliz Sabado!!!

Márcia(clarinha) disse...

Que assim seja, feliz sábado para todos nós, bunita.
beijos

Suzi disse...

Olá, Márcio! Seja bem-vindo por aqui, e tenha você também um FELIZ SÁBADO!!!

Suzi disse...

Sim, Marcinha-clarinha, loirinha-lindinha.
Amém!
;o)