terça-feira, 22 de setembro de 2009

Dia mundial sem carro

As ruas tranquilas, sem carros, bicicletas quase congestionando as avenidas, muitos pedestres pelo caminho, nada de buzinas nem stress no trânsito. Sem gases poluentes. Todos sorridentes, passeando pelo Centro.
Que beleza! Isto é um reflexo de um Governo que investe em transportes públicos, que cuida da segurança, que cobra pela vistoria dos veículos e controla mesmo a emissão de gases dos veículos automotores... Que cidade perfeita! Deviam fazer isso três ou quatro vezes por semana! Pelo menos!!

p.s.
Todos os carros que eu vi, o engarrafamento, o meu próprio carro e eu dirigindo?? Um Prefeito que posa indo de bicicleta mas admite que vai voltar de carro "porque sai tarde"? Eu, hein! Ilusão de ótica. Nada disso está acontecendo.

8 comentários:

Amigao disse...

Hoje pela manhã em SP: 71 km de congestionamentos. Acho que não entederam a proposta.

Amigao disse...

Olha só o que li, copiei e colei do blueBus, pro seu post:
"Mas na verdade isso ocorre principalmente porque estamos todos de acordo quando o assunto se refere ao que os outros precisam fazer pelo planeta. Mas quando somos nós que temos que abrir mao de algum conforto, tudo muda.
Nos esquecemos que sem o sacrifício de cada um, um dia o trânsito vai parar de vez, o ar ficará irrespirável, a água potável acabará e por aí vai. O problema é que a gente sempre pensa que isso está longe de acontecer e vai adiando o consumo sustentável, da mesma maneira como adiamos o início da dieta, a retomada dos exercícios físicos e o dia de abandonar o cigarro."

Suzi disse...

Pois é, Amigão... Eu sou super engajada nessas coisas, nesses lances pelo social, pelo ambiental, e coisa e tal. Mas confesso que achei uma tremenda hipocrisia, esse dia, no Rio de Janeiro - uma cidade sem a menor estrutura para ciclistas, sem o menor investimento no transporte público, sem segurança, sem nada.

É querer aparecer, um Prefeito ir trabalhar de bicicleta, bermuda e tênis, mas vai voltar de carro, porque "sai tarde" do trabalho. Ué... medinha???

Hipocrisia, pra inglês ver. Se todos nós, que usamos o carro para trabalhar resolvêssemos ir de transporte público, tem ideia do que iria acontecer???

Luís F. disse...

Adorava vir de bicicleta para o trabalho… dava perfeitamente, é relativamente perto de casa. Mas temo pela minha integridade física. Os automobilistas gostam pouco de bicicletas no “meio” da estrada e não existem, infelizmente, ciclovias…

:(

Suzi disse...

Bem, Luís F., eu também adoraria trabalhar assim, pertinho de casa. Mas 26 km de bicicleta, todas as manhãs, inclusive chuvosas, e carregando o peso dos processos na garupa... vamos cominar, requer muito preparo físico, além de desapego aos bens materiais e ao corpo, que pode se desintegrar no percurso, como você ressaltou...

Suzi disse...

Sem contar o salto alto!!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Amigao disse...

Eu moro há 12 km do trabalho,seria perfeito se pudesse ir de bike.
Há um projeto de se construir uma ciclovia nas margens do Rio Pinheiros, que é o meu roteiro.
Tomara que saia logo do papel.

beijão

Suzi disse...

É mesmo a tua cara, Amigão!!
Você sabe do projeto que está indo pro papel, de transformar a Av Rio Branco em uma rua exclusiva para pedestes? Da Candelária à Beira-Mar. Uma delícia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...